« Home | desisto! (?) » | começa assim: »

"if you are a bird, i'm a bird."

definitivamente, assumo meu sincero e total apreço aos filmes de mulherzinha do mundo.
tenho que confessar já que, depois de ver The Notebook por repetidas vezes e chorar feito uma desesperada em TODAS elas, decorar as falas dos personagens e fazer campanha publicitária gratuita do filme pra todas as outras mulherzinhas que eu conheço, seria rídiculo eu simplesmente dizer "é, é bonzinho".
é bonzinho nada, é O filme.
e aí, vai me matar?
o que diabos eu posso fazer se eu realmente gostei mais desse filme do que de Casablanca? e muito mais do que todos os do tarantino? (aliás, tarantino: morra, seu monstro). eu não posso fazer absolutamente nada.
(sinto as indignações brotando na sua alma, agora, neste instante.)
filme é filme, a doçura do protagonista e principalmente a calma dele nunca vão ser encontradas no mundo real. é triste, mas é verdade: vamos morrer secas e sozinhas, num apartamento escuro, com cheiro de mofo e cheio de gatos. ou na melhor das possibilidades, vamos ter um marido velho e escroto vendo futebol na televisão, cheias de filhos e netos desprezíveis. (olhos arregalados nesse momento)
enfim, mas é a verdade. desculpa, princesa, foi mal.
assisti The Notebook e depois Girl, Interrupted no mesmo dia. ok, foi muito mais do que o suficiente pra eu ficar com aquele olhar cabisbaixo, suspirando pelos cantos, com vontade de pegar um banquinho, um violão e ir tocar um blues em alguma calçada suja da otávio rocha.
apesar do final de semana ter sido simplesmente fantástico, não consigo me desfazer desse estado de espírito enfadonho.
fica a recomendação, se você tem alma de viadinho, assista o filme, porém se você tiver fortes tendências suicidas, por favor, não o faça.
acabo por aqui pq vou ali cortar os pulsos e já volto. :)







legenda: eu senti um tipo de depressão a semana toda.
peanuts é genial. hahaha

esse filme é muito lindo mesmo, ainda vou achar um daqueles pra mim.

=*****

gosto do estilo machadiano desse blog.

de todas mulherzinhas, tu é a maior, dona parafuso.
não fala mal do taranta, ele é machinho demais pros seu critério.

no geral esse foi um post emo. tirando a parte do blues, hehehe

passarei sempre por aqui.

=**

Bem, eu iria te elogiar como mulherzinha, mas o Felipe já fez isso... iria defender o Tarantino, mas já fizeram isso também...

Ahn... oi!

(acho que está bom por hoje...)

Esse filme eh MARAVILHOSOOO!

Total filme de mulherzinha, mas eu AMOOO!!!!

Heuhueuheuheu!

Temos q ver mais esses filmes...

Achar um Noah, qm sabe!

Ali!!!!!!! Amo vc!

;*********

sim né.

quem te mostrou? EU.
quem te disse pra ver garota, interrompida? EU.
quem te emprestou grandes esperanças? EU.


conclusão: eu tenho o melhor gosto pra filmes mulherzinha. ceeeerto.

;D

e sendo EU quem descobriu o noah, EU tenho o direito sobre ele.
e sobre a allie tb.

as duas. A do filme e tu, babe! ;*********~

notem a iza com ciumes da helenise.
hahaha
me divirto.

Acho que cada tipo de filme tem o seu valor.
Eu gosto de Tarantino. E gosto de romances. Se bem feitos, claro. ;)
É incrível, e lindo, como alguns filmes chegam tão próximo do realmente somos e sentimos.
Beijo e abraço apertaaaado.

Very nice site! » »

Post a Comment

Links to this post

Create a Link

About me

  • "we are who we are. people don't change."
  • alice lichtenstein
  • Porto Alegre - RS - Brasil
  • um blog no clássico gênero infanto-juvenil sem nada de muito excitante ou divertido. não tem mais nada que você queira ou possa saber além do que eu quero que você saiba, aliás, o que você está fazendo aqui?
My profile